B. O. Train UMP Versão I

Lista de Reprodução dos Vídeos da construção do B. O. Train Versão I: AQUI
Fotos do B. O. Train Versão I: AQUI

Para tornar as nossas aventuras mais entusiasmantes decidimos inovar e construir o nosso próprio veículo ferroviário! E assim nasceu o B. O. Train UMP, ou seja, Brave Ones Train, Unidade Movida a Pedal.
A ideia surgiu aquando da caminhada entre Hinojosa del Duero e Barca d'Alva, isto é, na nossa 5ª aventura. Como o tempo que tínhamos na altura não era suficiente para a sua construção fomos apenas numa caminhada. Mais tarde, decidimos mesmo construir o nosso comboio para circular em linhas desactivadas!
As ideias iniciais eram variadíssimas: pedais, alavanca.... Foram cerca de dois meses a trabalhar no papel e a angariar informações e material. Falamos inclusivamente com engenheiros quer da Refer, como da CP e mesmo EMEF (Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário)...
Um grande problema para nós eram as rodas.. Como fazer as rodas e de que material?! Quase que eram de ferro, não fossem elas tão pesadas! Acabaram por ser noutro material, caro por sinal, que parece plástico mas é bem mais forte. Tiveram de ser torneadas para dar a forma que pretendia-mos, o que é visto no vídeo! O senhor que está a tornear é o Sr. António que muito nos ajudou também neste projecto.



Depois de ter o material e uma ideia já quase definitiva, tempo de acção! Então começa-se por cortar os ferros para se fazer a estrutura principal:



Com os ferros da estrutura principal todos cortados e com a ajuda do nosso soldador oficial, o Sr. Fernando Cruz, tempo de soldar e começar a dar forma ao nosso comboio!



E como o nosso B. O. Train iria ficar um pouco baixo construímos um sistema para dar altura. É nestas peças que, posteriormente, serão fixados os eixos. No vídeo também é possível ver os pedais que serão soldados logo de seguida.



Para ser mais fácil de transportar, só soldamos mesmo a estrutura principal. Tudo o resto será de desmontar: os ferros para os selins, a cadeira do "condutor" (sim, porque mesmo o nosso comboio tem condutor!!), ferro para agarrar as mãos e a bagageira, ou seja, o local onde vão mochilas, etc... Depois das compras feitas, começamos a furar e a colocar parafusos para montar tudo. No vídeo, o José está a montar e a realizar a tal "bagageira". Aquilo parece fácil, mas não é assim.... ;-) E quer os eixos, quer as rodas já estão feitinhos, prontos a serem colocados. Como vêem tudo é desmontável!



E agora, uma das coisas mais importantes: montar os eixos no nosso comboio, através das chumaceiras, assim como correntes, rodas dentadas e prender tudo através de parafusos. Aqueles eixos é cá um peso!!!!!!!



E depois é tempo de separar todas as peças para serem pintadas. E qual a cor?! Decidimos fazer uma homenagem às "Bombardeiras" 1960 e pintar de laranja. Além disso é a cor de grande parte das máquinas da CP: 2600, 1900, 1960, 1400, 1500, 2550... No vídeo, o aspecto do comboio desmontado e pintadinho de fresco:



Depois de feitas as decorações nas chapas, pintadas as importantíssimas riscas brancas, de realizado o sistema de freios e os restantes pormenores o nosso comboio está PRONTO!!! Agora que já foi inaugurado oficialmente, ficam as imagens do B. O. Train concluído, ou "quase" concluído:

Vista de frente:




Vista de lado com a numeração 1960, locomotiva que adoramos:


Vista de Trás:




O pormenor do interior:



A vista lateral com particular focagem ao sistema de travões:



O pormenor de uma das rodas frontais com o seu "freio":



O pormenor do sistema de tracção: UMP (Unidade Movida a Pedal!):




Porque um bom comboio tem sempre sinais sonoros:




Perspectiva geral do B. O. Train com a tripulação a subir a bordo:




Com toda a tripulação já no interior do comboio, tempo para os últimos testes, ainda fora da linha:



E, desta forma, temos o nosso B. O. Train, na sua versão I, versão na qual inauguramos o comboio em S. Gemil e, com umas pequenas modificações, naquela que tentamos realizar a marcha entre Barca d'Alva e Fregeneda! O que acabou por não se concretizar devido a graves problemas que o nosso comboio tinha. Esses mesmos problemas levaram à versão II do B. O. Train! Acerca desta tentativa de Marcha falhada, vejam a página da Aventura na Linha do Douro: Pocinho -» Tua.

6 comentários:

Anónimo disse...

muito bom brave ones continuem assim!

Arcádio85 disse...

ta muito porreiro, so tive pena de nao poder ir, mas como disse, a minha vida ao fim de semana nao me permite grandes aventuras lol.
Duas coisas, voces sao pai e filhos? sei que nao tem nada a ver mas, se nao sao, deve existir uma amizade muito grande para fazerem este tipo de projectos.
E depois, isto é apenas uma ideia minha, tudo bem que é uma unidade a pedal, mas penso que deveriam ter incluido no projecto um pequeno motor como os das motas ou corta relvas pois no caso de a vigaem ser muito cansativa, poderiam sempre utilizar o motor..
Isto claro, apenas uma ideia..

helder disse...

Caríssimos, é de elogiar a vossa brilhante idéia, tanto a inicial como a final ,da qual ainda havemos de ter noticias, mas que se avizinham interessantes.
Como conhecedor do trajecto pois já por lá andei diversas vezez gostaria de vos avisar no caso de nao o saberem que no sentido para Fregeneda logo a saída do túnel 1 a via encontra-se sem carril do lado esquerdo durante mais ou menos 1metro.Este facto têm data de Junho de 2009.
Eu como entusiasta da linha senti-me na obrigação de vos avisar pois no meu ver pode prejudicar todo o vosso trabalho que tiveram na construçao do comboio.
No caso de querem mais alguma informaçao podem contactar-me através do email.

The brave ones disse...

Boa noite Helder....
Em primeiro lugar queremos agradecer a sua opinião sobre as nossas ideias. É bom saber que temos alguém que segue as nossas aventuras e que nos apoia, o que nos dá motivação para, muitas vezes, estar à frente do computador até às tantas da matina para editar vídeos, fotos... enfim, as nossas aventuras! ;-)
Agradecemos, também a informação acerca da falta de carril junto ao túnel 1. Como já fizemos a primeira marcha com o B. O. Train entre Fregeneda e Barca d'Alva, no dia 22 de Julho, já ultrapassamos esse pequeno problema com o comboio. Aliás (eu sei que ainda não coloquei no blog, mas está para muito breve), pode visualizar o vídeo onde mencionamos esse obstáculo e como o passamos ( http://www.youtube.com/watch?v=od36eFoAbWc ), assim como todos os outros que filmamos na nossa 12ªAventura, 1ª marcha do B. O. Train.
Agradecemos, na mesma, o aviso. Já agora, em 2010 vai voltar a esta linha magnifica?
Saudações ferroviárias

helder disse...

olá,
desculpem só responder agora mas o tempo nem sempre é muito pois a profissão e o estudo ocupam muito do tempo livre e não ,livre!!
Este ano não penso voltar a frageneda ando mais entusiasmado com o nascimento da nova barragem (o que é uma pena visto a perda que vai ser a nível da paisagem e o não funcionamento do comboio.)
Já agora como correu a passagem no túnel tres, com os morcegos ja vi os vídeos e li sobre o assunto mas nada como contar isso na primeira pessoa.
Cumprimentos
Hélder

GreenSky disse...

Boa tarde!

O vosso B.O train é cinco estrelas, nós cá pela aldeia estamos a magicar um parecido. Aqui à dias andámos na linha do Tua a penantes e ocorreu-nos a ideia. Ao deparar-mos com a vossa máquina ficámos ainda mais entusiasmados, a nossa grande dificuldade ainda são as rodas.

Um abraço e força